Autocompaixão: como ser menos agressivo com você mesmo

Por Zen App

Tempo de leitura: 2 minutos

De acordo com dito popular, devemos tratar os outros como gostaríamos de ser tratados. Mas, cá entre nós, será que isso seria realmente positivo? Pergunto porque, muitas vezes, a rotina nos leva a entrar no modo automático. Em outras palavras, o modo de cobrança e sem a menor autocompaixão. 

E então podemos ser bem cruéis com nós mesmos. 

Se acaso seus pensamentos costumam conter xingos e ofensas a você mesmo, talvez seja o momento de parar e repensar esse movimento. Afinal, essa cobrança excessiva tem consequências nada positivas para a sua saúde – tanto mental quanto física. 

Talvez seja válido inverter a situação, ou seja, se tratar do mesmo modo que trata os outros. 

Três formas de ter mais autocompaixão na sua rotina

1. Comunicação não violenta

Antes de mais nada, é importante rever sua comunicação. Na busca de ser mais gentil com você é válido, por exemplo, trocar o modo de pensar e falar. São boas mudanças: 

  • No lugar de “está difícil” usar “está desafiador”
  • Troque “eu não consigo” por “vou dar o meu melhor”
  • Tente mudar “sou estupido, não sei fazer” por “vou aprender com esse erro e melhorar na próxima vez”

Aqui a lição é realmente ser mais gentil com você mesmo. Além disso, entender que erros fazem parte da rotina. Não há como eliminá-los, mas sim como tirar proveito deles. 

2. Aceite seus sentimentos 

Além dos erros, também é comum que a gente se obrigue a não sentir. Aquela velha história de ser ótimo para dar conselhos, mas não seguir o que diz aos outros. Já passou por isso? 

Pois bem, aprenda a entender seus sentimentos e se permita senti-los.

Esse é um passo importante para criar mais autocompaixão: entenda que está tudo bem chorar, isso não o faz fraco (e tudo bem ser fraco também, viu?). O mesmo é válido para todos os sentimentos, afinal são eles que nos tornam humanos. Não engula o choro, não deixe de pular de felicidade. Trabalhe a favor dos sentimentos, não contra eles. 

3. Uma batalha por vez

No geral, a vida e a rotina são repletas de batalhas. Mas você é um exército de um homem só. Então não é possível estar em todas elas ao mesmo tempo. Escolha com calma e responsabilidade quais serão suas prioridades e então batalhe por cada uma delas separadamente. 

Só para ilustrar, você não precisa começar a praticar uma atividade física diariamente, ler um livro por mês, se alimentar só de comidas orgânicas e ser voluntário ao mesmo tempo. Crie um hábito, depois outro, e outro e outro… deste modo será mais fácil sentir resultado e a frustração não fará parte do processo. 

Se o processo de desenvolver autocompaixão não der resultados, procure ajuda de um psicólogo. Ele te ajudará e isso fará toda a diferença na sua rotina 🙂

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POR UMA VIDA MAIS ZEN
Dicas, inspirações
e novidades!
Experimente o zen por 7 dias
grátis!
Quero testar!